Sobre acessibilidade

Serviços

Início >> Artigos
30/11/2019 - 15:00

Equipes do Procon (serviço de proteção ao consumidor) no Pará, vinculado à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), encerraram a fiscalização pela região nordeste do Pará neste sábado (30).

Mais de 60 estabelecimentos foram vistoriados entre os municípios de Capanema, Tracuateua e Salinópolis, desde a última terça-feira (26), com o objetivo de coibir a atuação fora das normas do Código de Defesa do Consumidor.

Foram lavrados cinco autos de infração, quatro autos de constatações e quatro fichas de orientações nos mais diversos segmentos, entre postos de combustíveis, supermercados, lojas de construção e farmácias.

"Nestas vistorias os maiores problemas encontrados foram as faltas de informação de preço nos produtos, a origem deles e as ausências de data de validade, do manual do Código de Defesa do Consumidor e do leitor de verificação de preços", informou o agente fiscal do Procon Pará, Jefferson Gonçalves.

Além de fiscalizar, o Procon Pará também apura denúncias e orienta estabelecimentos que não oferecem serviços de qualidade aos consumidores. "É nosso dever estar sempre fiscalizando e orientando os lojistas e os consumidores, pois queremos zelar pela qualidade dos produtos e serviços que são oferecidos nos estabelecimentos. Portanto, continuaremos passando por vários municípios do Estado, para que possamos diminuir, ainda mais, as irregularidades", afirmou a coordenadora de Fiscalização do Procon Pará, Ágatha Barra.

Serviço: Em caso de dúvidas ou denúncias, o consumidor pode ligar no Disque Procon Estadual 151 ou pelo telefone (91) 3073-2824. Também pode buscar atendimento na sede do órgão, localizado na Travessa Lomas Valentinas, 1150, no bairro da Pedreira, em Belém.

Por: Daniela Condurú (revisado pelo NCS)

Resumo: 
.