A Gerência de Proteção à Livre Orientação Sexual/GLOS da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos/SEJUDH/PA, participou da realização de ações que buscam proteção e promoção do segmento LBGT, neste mês de maio. Em parceria com o Grupo Homossexual do Pará – GHP, a Câmara Municipal de Belém e a ONG Olívia, os eventos trataram de assuntos como homofobia, prevenção e diagnóstico de DST’s e AIDS, além de serviços prestados a comunidade LGBT.

 

No dia 16, GHP e GLOS realizaram a oficina com o tema “Novas Estratégias de Prevenção e Diagnóstico de DST/HIV/AIDS e Hepatites Virais para LGBT”, que foi ministrada pelo Secretário de Assuntos Internacionais da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais – ABGLT, Beto de Jesus, e teve como objetivo capacitar profissionais da área de prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis, para melhor atender a população da região metropolitana. O evento foi uma grande oportunidade de aprendizagem no enfrentamento das Doenças Sexualmente Transmissíveis – DST’s, visto que, aliada ao consumo alcoólico e outras drogas, o número de pessoas contaminadas por DST’s tem aumentado, principalmente entre a população jovem de14 a24 anos e entre LGBT’s.

 

Em audiência pública solicitada pela vereadora Marinor Brito (PSOL), no dia 21, a comunidade LGBT foi convocada para tratar temas relacionados à homofobia no Estado. Representantes da Defensoria Pública, Delegacia de Combate aos Crimes Discriminatórios, Prefeitura de Belém e Coordenação do Movimento LGBT, participaram da mesa que discutiu o comportamento homofóbico ainda presente no Pará. Estavam presentes também os vereadores Fernando Carneiro, Sandra Batista e Mauro Freitas. O Gerente do GLOS, João Augusto Santos, representante da Sejudh na mesa, ressaltou os avanços na criação de espaços públicos para a classe LGBT e na área da saúde. O evento foi em alusão ao Dia Internacional contra a Homofobia, celebrado no dia 17 de maio.

 

Seguindo com ações que promovam os gêneros LGBT’s, o GLOS realizou, em parceria com a ONG Olívia, a “Ação Diversidade”, no dia 22. O evento prestou serviços à comunidade LGBT e a população em torno do Espaço Fuxico, local da ação. Na ocasião, foram feitas emissões de documentos como CPF, RG, Certidão de Nascimento, fotos 3×4, emissão da Carteira Social, testes de glicose e pressão arterial, teste de HIV/AIDS, testes de Hepatites, atendimento psicossocial e cortes de cabelo.

 

A Gerência de Proteção à Livre Orientação Sexual/GLOS conseguiu unir informação, prevenção e orientação sobre os direitos LGBT’s nas ações feitas neste mês. Os atendimentos prestados à comunidade em questão foram aliados indiscutíveis para a garantia de cidadania e promoção do segmento LGBT.


Imprimir postagem Imprimir postagem